como sacar restante do fgts

Como sacar o restante do FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Servi?o (FGTS) é um direito assegurado aos trabalhadores brasileiros com carteira assinada. Esse fundo é constituído por depósitos mensais realizados pelos empregadores em contas individuais, atuando como uma reserva financeira para o trabalhador em casos de demiss?o sem justa causa, aposentadoria, doen?as graves, entre outros.

No entanto, nem sempre é possível sacar integralmente o saldo disponível na conta do FGTS de uma única vez, pois existem algumas regras e condi??es para a retirada dos valores restantes. Neste artigo, explicaremos como proceder para sacar o restante do FGTS de forma adequada.

1. Consulte seu saldo disponível:
A primeira etapa é verificar o saldo disponível em sua conta FGTS. Isso pode ser feito através do site da Caixa Econ?mica Federal, informando seus dados pessoais e número do PIS/PASEP/NIT. Você também pode acessar essa informa??o através do aplicativo FGTS, disponível para dispositivos móveis.

2. Demiss?o sem justa causa:
Uma das formas mais comuns de sacar o FGTS é por meio da demiss?o sem justa causa. Nesse caso, ao ser desligado da empresa, você tem direito a sacar o valor da rescis?o, que inclui o saldo total de sua conta FGTS, inclusive o restante do fundo acumulado ao longo do tempo.

3. Aposentadoria:
Outra situa??o em que é possível sacar o restante do FGTS é quando o trabalhador se aposenta. A partir do momento em que você se torna aposentado, pode realizar o saque integral do saldo disponível em sua conta FGTS, incluindo o restante do fundo acumulado.

4. Doen?as graves:
Em caso de doen?as graves, como cancer, HIV/AIDS, ou outras determinadas pelo Ministério da Saúde, o trabalhador também tem direito a sacar o restante do FGTS. Nesses casos, é necessário apresentar laudos médicos e documenta??o comprobatória do diagnóstico para obter a libera??o dos valores.

5. Financiamento habitacional:
Outra possibilidade de saque do restante do FGTS é quando você pretende utilizar o fundo para financiar a compra de um imóvel. é necessário enquadrar-se nas condi??es estabelecidas pela Caixa Econ?mica Federal, que varia conforme o programa habitacional escolhido.

6. Residência própria:
Além do financiamento habitacional, é possível utilizar o FGTS para a compra de um imóvel à vista, desde que você n?o possua nenhum outro imóvel em seu nome. Nesse caso, é necessário atender aos requisitos estabelecidos pela Caixa Econ?mica Federal.

7. Conta inativa:
Caso você tenha contas inativas do FGTS, ou seja, contas de empregos anteriores, é possível sacar o restante do fundo dessas contas. Esse direito foi regulamentado pela Lei no 13.446/2017 e permite que o trabalhador resgate os valores depositados em contas inativas até 31 de dezembro de 2015.

é importante ressaltar que, em qualquer situa??o, é necessário estar com a documenta??o correta para realizar o saque do restante do FGTS. Além disso, o processo pode ser realizado diretamente na Caixa Econ?mica Federal ou em suas agências, mediante apresenta??o dos documentos exigidos.

Em resumo, é possível sacar o restante do FGTS em casos de demiss?o sem justa causa, aposentadoria, doen?as graves, financiamento habitacional, compra de imóvel à vista e resgate de contas inativas. Para cada situa??o, é importante conferir as regras e condi??es estabelecidas pela Caixa Econ?mica Federal.